sexta-feira, 30 de março de 2012

Quase Amor - Reação Em Cadeia


Ela disse: "Eu não sei
O que sinto por você
Não quero mais saber
O que você tem a dizer
Agora me deixe em paz
Não tente me entender
Pois pra mim tanto faz
O que ainda pode acontecer"

Mil coisas acontecem ao seu redor
Você não as percebe
Pois não pode distingui-las
Talvez não faça diferença
E o que resta pra você
São somente as coisas
Que você pode suportar
O que podemos suportar?

Não vá pensar que eu chorei por você
Não vá pensar que eu sofri por você
Não vá pensar que um dia amei você

Não vá acreditar, não
Em tudo o que lhe falam por aí
Pois a mentira, um dia ela
Pode lhe ferir

Queria consertar, tudo o que aconteceu
Mas na verdade sei que este erro não foi meu
Eu destilei meu sangue em algo forte
Pra que eu pudesse me sentir melhor
Mas do contrário eu me senti pior
E usei deste artifício pra ocultar a dor
Por ter perdido um quase amor

Não não vá pensar que eu chorei por você
Não vá pensar que eu sofri por você
Não vá pensar que um dia amei você

Eu destilei meu sangue em algo forte
Pra que eu pudesse me sentir melhor
Mas do contrário eu me senti pior
E usei desse artifício pra ocultar a dor
Por ter perdido um quase amor
Por ter perdido um quase amor

segunda-feira, 26 de março de 2012

Amigas Verdadeiras!


Um dia uma pessoa me perguntou 
se ela era minha amiga verdadeira
e eu respondi sinceramente!

Você é minha amiga verdadeira
e eu nunca vou te substituir 
por nenhuma outra!

Você sempre será a única no meu coração!
Quando mais preciso, você está do meu lado
Nas horas felizes e tristes!!

Que Deus te abençoe!
o seu coração é sincero,
puro, sensível, carinhoso,etc

Num tenho nem palavras pra te dizer!!
Te adoro amiga!


terça-feira, 20 de março de 2012

segunda-feira, 19 de março de 2012

Soneto Do Amor Total

Amo-te tanto, meu amor... não cante
O humano coração com mais verdade...
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade.
Amo-te afim, de um calmo amor prestante
E te amo além, presente na saudade
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.
Amo-te como um bicho, simplesmente
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.
E de te amar assim, muito e amiúde
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.

sábado, 17 de março de 2012


''Eu sou seu brinquedinho agora? Você brinca comigo,e depois guardo no "cesto"? Jura
 mesmo?! Aff!

"Continue com essa cara de bonzinho. Prometo que muitas ainda vão cair. Será que quando você pensa nisso você ri?"

"Mas logo você vai perceber. Que deve ser mesmo difícil. Arranjar tempo pra todas e pra você"

"É difícil imaginar. Que existe alguém assim. Ainda bem que eu descobri. Pra dar logo um fim."

“Tem horas que eu me perco sem você aqui, aí eu lembro: tá tão longe de mim. E o meu coração grita: mas tá aqui dentro.”

" Me doei por completo, me apeguei demais, quis demais e por querer demais quebrei a cara."

"Amar não é pecado" Eu sei, é burrice.''

"Deixe eu ti fazer feliz. Como eu sonhei, como você sempre quis"

" Me deixou aqui com saudades, me deixou realmente machucada e com saudades de ti. Está doendo sabe, estou machucada por dentro"

''E tudo o que eu escrevo, de uma forma ou outra, é pra você.''

“Um dia talvez você entenda o quanto a sua distração me dói, o quanto esse seu silêncio me rasga.”

terça-feira, 6 de março de 2012

Relógio, por Oswald de Andrade



As coisas são
As coisas vêm
As coisas vão
As coisas
Vão e vêm
Não em vão
As horas
Vão e vêm
Não em vão

TRADUZIR-SE


Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir-se uma parte
na outra parte
- que é uma questão
de vida ou morte -
será arte?

Ferreira Gullar